Entrada O Portomosense Actualidade Noite de Janeiras anima Mira de Aire
Noite de Janeiras anima Mira de Aire
Escrito por Filipa Querido   
06-Fev-2009

Tradição recuperada em 1994

A Comissão de Festas em honra de Nossa Senhora do Amparo “Quarentões 2009” levou a efeito o já tradicional “Cantar das Janeiras”, na noite de sábado 24 de Janeiro.
A partir das 19h30m, com uma banda de músicos amadores da vila, já habituados a estas lides, no adro da igreja soltaram-se os primeiros tons das várias canções conhecidas de todos. Os Quarentões, trajados a rigor, com barretes e cachecóis que os distinguiam, chamavam a população a juntar-se para uma noite de animação, música e um são convívio, pois que os foguetes não faltaram. Seguiu-se a paragem no Abrigo Familiar Casa de S. José, onde foram recebidos com sorrisos e algumas palmas dos mais idosos e de seguida a comitiva rumou ao Covão da Carvalha, onde já esperavam muitos Mirenses ansiosos por começar a cantar. O povo deste lugar preparou um breve petisco no salão de festas e no Largo de São Silvestre estiveram várias dezenas de pessoas entoando as Janeiras. Daqui o grupo (com cada vez mais pessoas) veio novamente até à vila, onde se fizeram as paragens nalguns locais habituais e outros, sobretudo, junto à Estrada Nacional.
Apesar do frio, a animação era grande, todos se agasalharam e quiseram ouvir – nem que fosse vindo à janela ou à rua – as “Janeiras, lindas Janeiras” ou “A Ternura dos 40” (entre outras) cantadas por gente de todas as idades. Filhoses, café d’avó, chá, bolinhos e outras bebidas eram graciosamente distribuídos aos participantes, músicos e demais convivas, pois que, pelas várias ruas, muitos fizeram a caminhada sempre a pé. Vários grupos de Quarentões e anos anteriores envergavam as suas capas características e nem a senhora Presidente da Junta de Freguesia e o Pároco faltaram ao evento. Havia centenas de pessoas na rua e muitas casas iluminadas.
Os Quarentões (os nascidos em 1969) por uma quantia simbólica facultavam às pessoas, um pequeno copo, uma pilha, uma carteirinha de pano e um folheto com as canções. E assim o povo contribuía para ajudar a preparar a Festa da Padroeira, que se realizará em Dezembro próximo. A noite terminou, após bons momentos de música e divertimento, raros entre os Mirenses, como é a adesão nas Janeiras, houve uma ceia proporcionada pela Comissão de Quarentões, na cripta da igreja paroquial, onde se prolongou a confraternização pela madrugada.

 

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >